18420 visitas
   

            Ligados em São Domingos
            




                              
                                                                             

 


  
Palavras em destaque:

 
 Pe. Marciano  


  

  Fidelidade a Deus

  (transcrito da homilia da celebração das
  10h, do dia 19 de outubro de 2014)

  Sejamos bem vindos para celebrarmos
  juntos a nossa fé, neste que é um 
  momento de oração, ritual e litúrgico. É
  muito importante entendermos a dinâmica
  da liturgia e que entendamos o que
  estamos fazendo, para não 
  desperdiçarmos a riqueza da graça de
  Deus, que nos é ofertada todo domingo...
 
Essa liturgia que é dividida em partes e 
  que tem a Liturgia da Palavra e que nos 
  traz mensagens muito preciosas. 
  Tomemos o cuidado em perceber em que
  estamos inseridos. Um momento como 
  este é um momento muito especial.
  Desligamos a cabeça dos problemas,
  colocamos o celular na chamada
  silenciosa, tentamos entender e viver o 
  que estamos dizendo e dar a Deus o que é
  de Deus, como diz a leitura do Evangelho...
 
A fala de Jesus no trecho do Evangelho 
  está bem contextualizada; Jesus fala do
  imposto, da armadilha que os fariseus
  tentaram fazê-lo cair, mas ele não cai.
  Podemos destacar esse ensinamento de
  Jesus e trazê-lo para o nosso dia a dia. E
  refletir: será que estamos dando a Deus o
  que é de Deus? Estamos sendo justos 
  nesse sentido? Estamos encontrando o
  verdadeiro valor de cada coisa na nossa
  vida? Cada coisa tem seu valor e
  importância: nossa família, nossas
  responsabilidades, até nosso lazer, nosso
  descansar. Cada coisa no seu devido 
  lugar. Se damos mais valor ao descanso 
  do que ao trabalho, o trabalho não
  acontecerá para nós... se damos mais 
  valor a um relacionamento afetivo do 
  que a Deus, vamos colocar esse amor 
  como nosso Deus. É preciso encontrar e 
  dar o devido valor de cada coisa nas
  nossas vidas. Por isso Jesus nos ensina 
  na leitura do Evangelho: Deem a César o 
  que é de César e a Deus o que é de Deus.
 
Então, tudo no seu devido lugar merece
  atenção e importância, mas acima de 
  tudo está Deus, Nosso Senhor. 
  Um momento como esse é encontro com
  Deus, então vamos valorizá-lo, vamos
  vivenciá-lo, vamos celebrá-lo, nas 
  diversas posturas, com as diversas
  palavras, celebrando mesmo a nossa fé
  nesta liturgia. É o que pedimos a Deus 
  hoje: para termos essa sensibilidade que
  percebe Deus nos diversos sinais da vida 
  e os olhos da fé abertos e atentos para
  perceber e enxergar a graça que passa.
  Pedimos acima de tudo a Deus, essa
  capacidade de aproveitar a graça para 
  que nossa vida seja realmente uma vida
  abençoada.

  íntegra >>


  
  Dom Orani

  Igreja sempre missionária

  O mês de outubro é dedicado às missões.
  Jesus disse ao enviar os apóstolos para
  anunciar o ano da graça: “Eis que vos 
  envio como cordeiros em meio a lobos
  vorazes” (Mt. 10,16). Na verdade, todo 
  mês e todo dia é dia de fazer missão. Todo
  somos missionários. A vida é para ser
  vivida, e vivida em plenitude! Descobrir 
  por que se vive é uma arte, necessita
  percepção, busca e atitude.
  O anúncio da Boa Nova é um anúncio de
  paz. O texto do profeta Isaías, lido por
  Jesus na sinagoga de Nazaré e a si 
  próprio aplicado, diz: “O Espírito do 
  Senhor está sobre mim, eis porque me
  ungiu e mandou-me evangelizar os pobres,
  sarar os de coração contrito, anunciar o
  ano da graça” (Lc. 4,16-22).
  A violência e a agressividade afastam os
  corações. Não é por acaso que Santa
  Teresinha foi declarada Padroeira das
  Missões, mesmo sem jamais transpor as
  grades de seu convento. Suas palavras e
  orientações alimentaram milhões de
  missionários no mundo todo. São
  Francisco de Sales, igualmente, ensinava
  que se apanham mais moscas com uma
  gota de mel do que com um barril de
  vinagre. Somos chamados a anunciar a
  alegria do Evangelho! O missionário é
  como um bom semeador; conhece a
  semente que espalha e o terreno a ser
  cultivado. É ciente também de suas forças
  pessoais, limitações e valores. Sabe a 
  hora de avançar e de recuar, de dominar 
  os impulsos e as precipitações.
  O motivo primordial da missão é e
  sempre será o mandato missionário que
  Jesus Cristo deu aos apóstolos e aos
  discípulos no termo de sua existência
  terrena. É um ato de obediência
  fundamental que a Igreja deve prestar 
  até o fim da história, à vontade de seu
  autor.
  A evangelização exprime a identidade, a
  vocação própria da Igreja, sua missão
  essencial: "Evangelizar constitui, de fato,
  a graça e a vocação própria da Igreja, sua
  mais profunda identidade." (Paulo VI
  "Evangelii nuntiandi", 14)
...
 
íntegra >>


    Papa Francisco

  ANGELUS
  Praça São Pedro – Vaticano
  Domingo, 19 de outubro de 2014

  Queridos irmãos e irmãs,

  Ao término desta solene celebração, 
  desejo saudar os peregrinos provenientes
  da Itália e de vários países, com um
  pensamento atencioso para as delegações
  oficiais. Em particular, saúdo os fiéis das
  dioceses de Bréscia, Milão e Roma, 
  ligadas de modo significativo à vida e ao
  ministério do Papa Montini. Agradeço a
  todos pela presença e exorto a seguir
  fielmente os ensinamentos e o exemplo 
  do novo beato.
 
Ele foi um incansável apoiador da missão
  ad gentes; testemunha isso, sobretudo, na
  Exortação apostólica Evangelii nuntiandi,
  com a qual quis despertar o ímpeto e o
  empenho pela missão da Igreja. Esta
  exortação ainda é atual, conserva toda a
  sua atualidade! É significativo considerar
  este aspecto do Pontificado de Paulo VI,
  justamente hoje que se celebra a Jornada
  Missionária Mundial.
 
Antes de invocar todos juntos Nossa
  Senhora com a oração do Angelus, 
  gostaria de destacar a profunda devoção
  mariana do Beato Paulo VI. A este 
  Pontífice, o povo cristão será sempre 
  grato pela Exortação apostólica Marialis
  cultus
 e por ter proclamado Maria ‘Mãe 
  da Igreja’ em ocasião do fechamento da
  terceira sessão do Concílio Vaticano II.
  Maria, Rainha dos Santos e Mãe da Igreja,
  ajude-nos a realizar fielmente na nossa
  vida a vontade do Senhor, assim como fez 
  o novo beato.
 
íntegra >>  
  

   Notícias
  


                
   Novo grupo de estudo, fruto da JMJ Rio2013

  
   O objetivo é partilhar testemunhos e aprofundar os
   ensinamentos do Papa Francisco em seus discursos, homilias e
   pronunciamentos realizados durante a JMJ. Descobrir, com a graça de
   Deus, qual a missão que Ele tem para cada um e atender ao pedido do
   Papa Francisco, repetindo Jesus, para ir e fazer discípulos entre todos. O
   grupo é voltado para os que foram voluntários, para os que foram
   hospedeiros, para os que ajudaram, para os que participaram....é para
   TODO MUNDO!
   Veja os encontros e venha participar!

  
Relembre momentos da São Domingos na JMJ

 


   A Alegria do Evangelho - estudo dirigido

    
Foi concuído em nossa comunidade o estudo da Exortação Apostólica   
  
Evangelli Gaudium - " A Alegria do Evangelho".  Meditando sobre as 
   
ações e no anúncio do Evangelho no mundo de hoje, padre Marciano
   conduziu a reflexão e convida a todos para o aprofundamento e a
   busca do conhecimento e crescimento espiritual.
  

                
Veja aqui as apresentações do estudo 



     

     

              Formação
             

  



                                                          

                                                                                                                   Devoção de São Domingos a
                                                                                                                     Nossa Senhora do Rosário          

 

          
             
Eventos

             



                        
                            
   
  
                    Dia de São Francisco de Assis - benção dos animais                                Evento da Pastoral da Crisma
                    

 

              Apoie e participe !
             
                
                        

                         Café Paroquial

                         Sábados e Domingos após as missas,
                         "Venha tomar ao menos um cafezinho!"

         

          Campanha para Obras

          Estamos em campanha para reforma do telhado.
          Pegue seu envelope no final das missas ou na
          secretaria e coloque sua contribuição. Os envelopes
          devem ser devolvidos somente em nossa secretaria.
          Não há pessoa autorizada para recebê-lo ou fazer
          qualquer solicitação de doações por outro meio
          Informações na secretaria.

                        

                         Dízimo

                         O dizimo é a oferta de gratidão, partilha e
                         amor que da provimento às necessidades da
                         Igreja, sua conservação, o bem realizar o
                         Divino Culto, as obras apostólicas e de
                         caridade e a sustentação de seus ministros.
                         Todos somos convidados a participar. mais

         

          Cesta Básica

          Doe alimentos não perecíveis para
          composição das cestas básicas fornecidas
          mensalmente às famílias assistidas por nossa
          comunidade. Fique atento à data de validade
          dos produtos. Procure mais informações em
          nossa secretaria.